sábado, 24 de dezembro de 2016

Manda Nudes? (Escândalo na Boêmia)

O Nascimento de Vênus, Sandro Botticelli

Ganhei a coleção completa de Sherlock Holmes no início desse ano e só agora tive tempo e disposição para conhecer a vida do detetive mais famoso da ficção. O ano já está quase no fim, mas antes que ele acabe (com a gente), gostaria de falar sobre um assunto muito importante e corriqueiro nos dias de hoje: as nudes. 

No livro As Aventuras de Sherlock Holmes (1892) tem um conto, cujo nome sintetiza, de certa forma, a ideia que eu quero evitar com essa postagem: Um Escândalo na Boêmia. Quem nunca leu, além de sugerir que o leia, quero deixar claro que a gente não trabalha com spoilers (mesmo amando soltar alguns de vez em quando), então, fica de boas e contemple a reflexão.

A história é mais ou menos assim: Wilhelm Gottsreich Sigismond von Ormstein, quem chamaremos de Mondinho, é herdeiro do trono da Boêmia, e durante uma longa visita a Varsóvia se envolveu com Irene Adler, a prima-dona da Ópera Imperial de Varsóvia. Isso foi há 5 anos e o tempo passou. Foi bonito? Foi. Foi intenso? Foi. Mas Mondinho não pôde se casar com Irene, pois ela não fazia parte da sua classe social. Típico. Ele buscou a ajuda de Sherlock Holmes para que ele recuperasse algumas cartas e uma fotografia um tanto comprometedoras para seu casamento que aconteceria em dois ou três dias. Ou seja, ferrou. Ele temia que ela o chantageasse de alguma forma e por isso estava lá na Baker Street.

Para te acalmar, a foto não continha nudes - e eu não ficaria surpreso se contivesse -, mas para te desesperar, gostaria de dizer que isso aqui não é um conto de Arthur Conan; isso aqui é a vida real e precisamos de prudencia para não acabarmos na pior. Antes de enviar nudes, seja para quem for, pense nas consequências, pense no futuro. O amor (e isso inclui o ato de "fazer amor") nos cega, então não deixe que as emoções falem mais alto. Não está dando para confiar em todo mundo. E se você recebeu nudes, não seja babaca de divulgá-las. Se as nudes foram endereçadas a você, com você elas deveriam permanecer e com mais ninguém. Divulgar fotos íntimas sem autorização é crime, e se você teve as suas nudes vazadas, não hesite em recorrer à justiça. Você é vítima, e mesmo que vivamos em uma sociedade que tenda a culpabilizar a vítima, você, ainda, é, sim, vítima. 

Minhas Redes Sociais:

2 comentários

  1. Respostas
    1. Muito obrigado. Era algo que eu realmente preciso falar sobre. Fico feliz que tenha gostado.

      Excluir