quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Periodização Literária

periodização literaria
Imagem: Uknown 

A ideia de periodização literária é simples, e, desde que você esteja inserido nesse meio, ela se torna mais simples ainda. Quem nunca ouviu falar nas escolas literárias, nos movimentos literários ou nos períodos literários? O sentido desses três termos é o mesmo: a organização por características que um grupo de obras recebeu por conta do seu contexto histórico e social.

Em Metodologia de Ensino da Literatura, a professora Maria Elisa Matos Pereira fala sobre o fato de a literatura ser uma criação milenar, e, como já vimos na postagem sobre como surgiram os contos de fadas, sua prática deu início na Antiguidade, com textos bem moralistas. Com o surgimento da literatura, surgiu também a necessidade de organizar essas produções, e a prática mais antiga tarda na Poética de Aristóteles.

A periodização literária é temporal, ou seja, mesmo sem exatidão, cada período tem um início e fim, não dura para sempre. As obras daquele período buscam salientar as características do momento histórico em que elas estão inseridas. E quem determina a importância de uma obra para um determinado período é o Cânone Literário, assunto para ooooutra postagem.

Seria meio que impossível que um período literário abrangesse todo o seu momento histórico, por isso é comumente destacar apenas as ideias dominante vigentes no momento histórico que ele está inserido. Belê? Então, não vai achando que um período literário tem obrigação de representar todo o momento histórico, porque não é bem assim, não. Eles só trabalham com ideias que estavam em alta.

Minhas Redes Sociais:



Nenhum comentário

Postar um comentário