quinta-feira, 10 de março de 2016

Kung Fu Panda 3

Kung Fu Panda 3

Kung Fu Panda 3 Imagem: divulgação

Muito me admira o profissionalismo da animação. Crianças de outrora não seriam capazes de imaginar algo tão bem produzido através de um computador - ou não seriam capazes de mensurar a evolução da animação gráfica em tão pouco tempo. Estou maravilhado desde o primeiro. Considero pakas o trabalho da DreamWorks Animations e Kung Fu Panda é um dos filmes para tal consideração.

Em prol do domínio do mundo, Kai (J.K. Simmons) retorna ao mundo dos mortais para terminar uma batalha de mais de 500 anos contra o Mestre Oogway, mas se surpreende ao saber que este já está morto. Isso não torna seus planos bem-sucedidos já que Oogway (Randall Duk Kim) deixou um sucessor: Po.

Po (Jack Black), em pele de um dragão guerreiro, é encaminhado a liderar seu grupo enquanto o Mestre Shifu se ausenta, e é então que ele conhece seu pai biológico que alarmado por Oogway e chega para apresentar técnicas úteis oriundas da sua espécie.

Leia também:


*Crítica: Mogli: O Menino Lobo (2016)

*Crítica: Alice Através do Espelho


O enredo é quase sempre a mesma coisa. Acho que é a única coisa que me incomoda. Po, sem um pingo de maturidade, treinamento, preparo para tomar controle da situação é jogado lá, assim, vrá! se lasca aí, e no final das contas consegue derrotar todos os seus adversários que passaram milênios estudando técnicas com técnicas que ele desenvolveu em dois dias. Fora isso, não tenho o que reclamar.

Ah, e o elenco. Gente, que elenco. Vozes maravilhosas como de Angelina Jolie e Jack Black (vi no trailer) e Lúcio Mauro Filho (na versão dublada, a que eu assisti) fecha esse conjunto maravilhoso de profissionalismo.



Um comentário

  1. Assistir o 1 e gostei muito o 2 só vi pedaços...
    Eles são bem engraçados e sá para adultos e crianças...
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix
    Divulgação de Blogs

    ResponderExcluir