terça-feira, 1 de setembro de 2015

A Escolha Perfeita 2

A Escolha Perfeita 2
foto: divulgação
Definitivamente, A Escolha Perfeita é o meu filme favorito. É tanta coisa boa em apenas duas horas de filme que nos primeiros segundos eu já estou me lamentando pelo final. Só acho que ele deveria durar uma vida.

Para quem assistiu ao primeiro filme, o segundo fará mais sentido. Ele segue a mesma vibe de Glee: música, colégio, azaração, etc. Em resumo, Beca (Anna Kendrick) entra para a Barden University. Aspirante a DJ, ela sonha em ir a Los Angeles onde pretende viver do seu som, mas seu pai, e também professor da faculdade, acha que se graduando em um curso superior ela terá um futuro mais promissor.

Ela se junta, de novo contra sua vontade, a um grupo tradicional e feminino de canto a capella que ainda se recupera de um acidente recém ocorrido, o qual custou a sua reputação.

Após um ano turbulento, elas saem da regional e são classificadas para a mundial e é aí onde começa o segundo filme. E já começa somando mais problemas do que boas novas. Amy Gorda (Rebel Wilson) transforma as Bellas em uma piada após um acidente durante uma apresentação para o presidente, Obama, elas ganham um novo arqui inimigo, o grupo alemão Das Sound Machine, o ano da formatura chega para abalar a amizade das garotas e, enfim, o grupo recebe uma nova integrante, a Emily, interpretada por Hailee Steinfeld.

Li algumas críticas sobre o filme e tenho que concordar. A trama em si não se desenvolveu. Foram quase duas horas de filme pouco aproveitadas, diferente do primeiro, e ainda nos cobriu de mais dúvidas no final.

Eu ainda não tive tempo de viciar pelo segundo assim como fiquei pelo primeiro. Os Mash-ups são incríveis. No segundo temos Wrecking Ball da Miley, Timber de Pitbull, Run The World da Beyoncé e, também, outros sucessos de outras décadas como, por exemplo, Baby Got My Back de Sir Mix A Lot e Thog song de Sisqo. Temos uma curta participação do grupo de a capella, sucesso no Youtube, Pentatonix, do Snoop Dogg e da superprodução Flashlight da Jessie J.

Me assusta possibilidade da troca de elenco, já que esse foi o último ano das Barden Bellas na Barden University, mas, mesmo assim, já estou ansioso para o próximo.

Nenhum comentário

Postar um comentário