terça-feira, 11 de agosto de 2015

Depois de Lúcia

Filme Depois de Lúcia
foto: divulgação
Recém chegados à Cidade do México, Alejandra,15, e seu pai, Roberto, além de ter que se adaptar a uma nova rotina, eles têm que lidar com as lembranças deixadas por Lucia, a mãe, quem motivou a mudança de Porto Vallarta para a capital, após sua morte em um recente acidente de carro.

Ambos, arrasados, sofrem com adaptação, mas Alejandra é quem protagoniza uma triste história sobre bullying depois que suas imagens, em um momento intimo, são vazadas, pelo ficante, na internet.

O filme faz uma crítica a falta de suporte escolar aos alunos vítimas do bullying, mas, demasiadamente, ao combate às drogas, mesmo que os dois causem danos avassaladores, tanto psicológicos quanto físicos.

Después de Lucia contém algumas cenas fortes, talvez, exageradas, mas não duvido da capacidade humana para violência e insanidade. Creio que, elas foram usadas exatamente para causar impactos ao espectador e que o sensibilize com a mensagem passada sem objetividade.

Os atores não têm AQUELA atuação, mas alguns recebem seu destaque. O filme aparenta ser um longa independente e, talvez, isso justifique um pouco de amadorismo no mesmo. Mas, como sou apaixonado por produções independentes, ele me agradou bastante em termos de imagem, som e, claro, roteiro.

A trilha sonora não foi tão marcante (sinceramente, nem lembro se teve música no filme), mas nem sei se o uso dela ajudaria em alguma coisa. O filme por si só já foi bastante emocionante sem precisar focar em música.

2 comentários