terça-feira, 7 de julho de 2015

Eu e o Vegetarianismo

Como me tornei vegetariano
Foto: Melina Souza


Já estava nos meus planos me tornar vegetariano - acho que desde de criança. No inicio de 2014 dei inicio a uma dieta sem sucesso. Eu queria me basear em algo, mas, na minha cabecinha imatura, o respeito a vida animal não era argumento suficiente a ser dado aos especuladores.

Até o final do ano passado eu comia carne apenas por comer, mas com pouquíssima frequência e, após ingerir, isso fazia minha consciência pesar. Foi, então, em dezembro de 2014, que me assumi vegetariano-argumentado.

Sou ovolactovegetariano, ou seja, como tudo com exceção da carne propriamente dita e não tenho previsão (e não sei se aguentaria) de me tornar vegano. Evito ao máximo utilizar produtos que passam por testes em animais, mas veganismo ainda é level hard para mim.

Você, como vegetariano, presta mais atenção nas composições dos alimentos, passa a gastar mais com suplementos e comidas que até pouco tempo não sabia da existência, aprimora suas habilidades na cozinha, ouve mais críticas e é visto pelos amigos como o saudável e, de fato, geralmente, você se torna, mas não é regra.

No inicio perdi 2kg, mas já os recuperei. Sempre que estava no carro, sentia tonturas que logo se foram com consumo de vitamina B12. Você fica naquele desespero de "tira soja, põe soja, tira soja, põe soja" por conta dessa deficiência, mas pode evitá-lo com os suplementos. E ah, gente, sério! Se for aderir ao veganismo, presta atenção no B12, Vitamina D e ômega 3. São de suma importância ao corpo humano.

3 comentários

  1. Queria conseguir, mas deve ser quase impossível pra mim kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita vontade de virar, mais é muito estranho ,vc estar ne um churrasco e não comer nenhum pedaço de carne rsrsrs

    ResponderExcluir