sexta-feira, 26 de agosto de 2016

As Fotografias de Kyle Thompson

Fotografias de Kyle Thompson
Imagem: Kyle Thompson
Depois de ter dito não ir muito com a cara do surrealismo na postagem sobre o Christopher McKenney, acho que minha cota para o estilo vem aumentando na medida que conheço novos artistas. Uso a mesma desculpa que eu usei na postagem sobre o rapaz de que talvez seja o aspecto vintage, mas digo isso porque não quero me render tão facilmente assim. Enfim, brincadeiras à parte. 

Kyle Thompson, 24, nasceu e cresceu nos subúrbios de Chicago, Illinois, dos quais vieram inspirações para suas fotografias de uma forma negativa, um processo que eu chamaria de inspiração-reversa. Olha o neologismo tosco aí.

Cansado daquela realidade falsa e construída, como o próprio descreve os centros urbanos, Kyle encontrou na vida ao ar livre o cenário ideal para suas fotografias. Lagos, rios, florestas, casas abandonadas são os cenários mais comuns utilizados pelo garoto. 

Fotografias de Kyle Thompson
Imagem: Kyle Thompson
Fotografias de Kyle Thompson
Imagem: Kyle Thompson
Thompson começou a fotografar-se aos 19 anos. Em uma entrevista para o site Hi Fructose, ele disse: "Eu comecei explorando casas abandonadas na zona rural. Eu dirigia algumas horas todos fins de semana para fotografar nelas. Eu queria fotografar, mas não fazia ideia de quem. Tirei algumas fotos de mim mesmo e fui melhorando daí em diante. Eu acho que foi bem mais fácil do que incomodar alguém, especialmente quando eu não tinha noção de como as imagens ficariam". 

A fotografia para Kyle se tornou uma espécie de terapia para sua ansiedade - mal que eu também sofro. Estou pensando seriamente em iniciar mais um projeto, do qual eu provavelmente desistiria na metade, a fim de trabalhar esse probleminha aí. Quem sabe?

Minhas Redes Sociais: 



terça-feira, 23 de agosto de 2016

Como Estudar em Ambientes Barulhentos?

como estudar em ambientes barulhentos
Imagem: Jéssica Borges
Me mudei e estou residindo em uma avenida (não literalmente), e, querendo ou não, até de madrugada, eu ouço barulhos vindos de fora, e isso sem contar com o próprio barulho dentro de casa, ou seja, é um inferno digno de um çocorr-gentchy-me-ajuda.

Testei algumas técnicas que eu mesmo desenvolvi e outras que eu encontrei na internet para me ajudar na concentração e ignorar um pouco o barulho ao meu redor. Então, fiz uma seleção dos mais eficazes e que poderão lhe ser úteis.

Como Estudar em Ambientes Barulhentos Usando Música Clássica 


Prefira ouvir músicas clássicas porque, ao contrários das músicas convencionais, a música clássica não tem letra. Desse forma, você não consegue cantar e, assim, não perde o foco daquilo que está fazendo ou prestes a fazer. Parece óbvio, não? 

Outro motivo para escolher as músicas clássicas é o ritmo que elas geralmente carregam. Normalmente, elas são mais calmas e não conseguem tomar sua atenção de forma brusca. Tenho ouvido bastante Greensleeves de Mozart, Canon in D major de Pachelbel e Air de Johann Sebastian Bach 


Como Estudar em Ambientes Barulhentos Usando o Barulho da Chuva 


Se onde você mora não está chovendo, faça chover aí, então. Encontre no Youtube músicas com duração de sua preferência de barulhos da chuva. Esse tipo de som é comumente usado para Yoga e sessão de massagem. 


Como Estudar em Ambientes Barulhentos Usando o  Barulho do Mar


Pensei em colocar como estudar em ambientes barulhentos usando o barulho de cafeteria, mas me desconcentrei algumas vezes. Tive uma sensação um pouco estranha, de desconforto e por esse motivo eu não a recomendo.

Lembrei da última vez que eu estive em Salvador. O hotel que eu estava hospedado fica de frente para a orla e o som do mar foi uma das coisas mais relaxantes que eu já ouvi, depois do som da água caindo na barragem que fica próxima a casa da minha avó. 

Assim como a dica anterior, procure no Youtube por barulho do mar com duração de sua preferência. Você pode encontrar vídeos com duração de até 11 horas de barulho do mar. E mesmo depois dessas dicas, você não conseguir se concentrar com o barulho ao seu redor, procure uma biblioteca pública porque tenho quase certeza que lá você poderá estudar em paz. 

Minhas Redes Sociais: